Sobre segundaopinião

SEGUNDA OPINIÃO é um espaço aberto à análise política criado em 2012. Nossa matéria prima é a opinião política. Nosso objetivo é contribuir para uma sociedade mais livre e mais mais justa. Nosso público alvo é o cidadão que busca manter uma consciência crítica. Nossos colaboradores são intelectuais, executivos e profissionais liberais formadores de opinião. O SEGUNDA OPINIÃO é apoiado pelo MOVIMENTO COESÃO SOCIAL.

Opacidade da Transparência

Trecho de matéria divulgada pelo Jornal GGN:
“…
A Transparency Internacional – Secretariat (TI-S) e a Transparência Brasil pelo que divulgam em seus respectivos sites são tudo, menos transparentes, no mínimo ao nível esperado de uma instituição que carrega tal epíteto no

Forças Armadas & Confiança

Do jornalista Janio de Freitas em trecho de sua coluna no jornal Folha de S Paulo sobre a queda da confiança nas Forças Armadas (57% não confiam):
“O país até hoje não sabe que planos levaram tantos militares reformados, e bom

Amizade e Interesse

Trechos  de matéria jornalística postada no Conjur:
“Conjur – O governo dos Estados Unidos acompanhava com bastante atenção — e preocupação — as iniciativas do governo brasileiro de criar um bloco político forte e coeso na América do Sul. Especialmente na

Máquina da Mentira

Declaração de um expert postada num artigo de Denise Assis – Jornalistas para a Democracia desta sexta (12) sobre áudios políticos:
“Vai fazer dois anos, a Adobe fez a primeira demonstração de um aplicativo chamado VoCo. Alimente-o com gravações da fala

Senador do Podemos critica ´espetáculo do crescimento´e paralisação de 127 das 663 obras do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) do PT

O senador Alvaro Dias (Podemos-PR) acusou nesta segunda-feira (8), em Plenário, o Partido dos Trabalhadores (PT) de ter governado o país não apenas de forma corrupta, mas incompetente. O parlamentar lembrou que sempre desmentiu resultados positivos anunciados pelos governos do

Celso de Mello x Sergio Moro

Trecho de voto do ministro do STF Celso Mello sobre Sergio Moro, muitos anos atrás, lembrado em texto de Pedro Canario, no Conjur:
“…Quem ficou vencido foi o ministro Celso de Mello. O decano do STF se referiu a “fatos extremamente

Reincidente

Pedro Canário, na abertura de um texto no Conjur, mostrando que desde 2005, o juiz Sergio Moro já é objeto de avaliação por excessos:
“Se é recente o primeiro julgamento de mérito de Habeas Corpus da operação “lava jato” pelo Supremo

Dura lex

Opinião da Associação Juízes para A Democracia sobre o pacote anticrime em tramitação no Congresaso:
“A quase totalidade do Pacote Anticrime nada traz de realmente novo, revelando-se em mais um instrumento de endurecimento do sistema penal como panaceia para a solução

CARTA DOS GOVERNADORES DO NORDESTE

As seguidas revelações de conversas e acordos informais entre membros do Judiciário e do Ministério Público, em Curitiba, divulgadas pelo TheIntercept.com e outros veículos de comunicação, são de muita gravidade. As conversas anormais configuram um flagrante desrespeito às leis, como