Sobre Arnaldo Santos

Arnaldo Santos é jornalista, sociólogo, doutor em Ciencia Política, pela Universidade Nova de Lisboa. É pesquisador do Laboratório de Estudos da Pobreza – LEP/CAEN/UFC, e do Observatório do Federalismo Brasileiro. Como sociólogo e pesquisador da história política do Ceará, publicou vários livros na área de política, e de economia, dentre eles - Mudancismo e Social Democracia - Impeachment, Ascenção e Queda de um Presidente - sobre o ex-Presidente Collor, em 2010, pela Cia. do Livro. - Micro Crédito e Desenvolvimento Regional, - BNB – 60 Anos de Desenvolvimento - Esses dois últimos, em co-autoria com Francisco Goes. ​Arnaldo Santos é membro da Academia Cearense de Literatura e Jornalismo – ACLJ, e da Sociedade Internacional de História do século XVIII com sede em Lisboa.

A Profanação da República

Consoante é do conhecimento quase geral, no significado bíblico, o vocábulo verbal profanar quer dizer desrespeitar tudo o que, pela fé, é considerado sagrado, santidade – Deus, um templo religioso, um túmulo, apenas para citar os mais simbólicos do termo.
Em

IDEOLOGIA E IDIOTIA NO BRASIL

O escritor russo Fiódor Dostoiévski, autor de substantiva produção literária traduzida para o mundo inteiro, dentre tantas outras obras, escreveu um romance cujo título é O IDIOTA! Narra a história de um homem bom e humanista que, por suas ações

O POSTO IPIRANGA ABASTECEU O BTG?

“De repente tudo vai ficando tão simples que assusta”. Tem razão o poeta! Assusta ver a naturalidade com que os mandarins da República estão transferindo o patrimônio pertencente à sociedade brasileira para a corriola de especuladores do mercado financeiro.
A frase com a