Anankè

É preciso e inevitável
Anankè
Cometer erros na vida
É preciso mesmo
Morrer de vez em quando
E renascer
Também de vez em quando

Mas eu sei que te matou
Foi o mundo
E eu digo
Que nesse momento
Contra a tua vida
Estava o mundo errado
E as pessoas nele
Erradas

Cristo, por que te atrasas tanto?
O mundo acredita em ti
Em nome do amor
E da justiça

Amigo, falta amor,
Falta justiça,
Falta interpretação
De texto

Amiga, calma,
Meu verbo é pobre,
Meu dinheiro é pouco,
Mas ainda há mesa
E pão

Te espero amanhã
Antes do impossível
E do inevitável

Sabendo que não vens

Airton Uchoa

Airton Uchoa

Escritor, leitor e sobrevivente.

Mais do autor

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.