Anacoluto

Gosto do incompleto,
inacabado,
corroído.
Gosto do que corta,
do que fere,
do que sangra.
Gosto do que pulsa
do que pesa,
do que peca.
Gosto de pupílas
dilatadas.
De olhos negros e graúdos
se embriagando de maresia
e marulho.
Gosto de beber
enquanto neva.
Pois,
não existe inverno em mim,
por mais que chova.
Gosto de escrever
como quem crê
que tem em si
todas as cores
do mundo.
Meu nome é Ana.
Meu sobrenome é Coluto.
Muito prazer.
Eu sou uma figura…
que configura
a quebra
da estrutura
sintática
da frase.
Muito prazer.
Meu nome é Anacoluto.
Quem é você?
Carolina Capasso

Carolina Capasso

Carolina Capasso é graduada em Letras Português e pós-graduada em Arteterapia Escolar. É apaixonada por Literatura Brasileira, Gramática Normativa e Produção Textual. Integrante do Sarau Casa de Poesia. Publicou seus textos em três antologias poéticas. Recentemente escreveu o livro "Canção do Mar".

Mais do autor

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.