ABRAÇO

O que cabe num abraço
É o tempo do instante
Momento de terna idade
Daquilo que é constante
De fulgaz felicidade

40 anos distante
E apenas num instante
O tempo desaparece
Quase nada se esquece
No momento de abraçar

Movimento de viver
Move todo o sentir
O que dá sentido à vida
Ao valor de existir
É o poder do encontro
E tudo parece pronto
Para chegar e partir

A chegada e a partida
Encontro e despedida
São a vida, são a vida
O abraço é a coisa mais linda
Não finda
Eterno

20/05/2024
Dora de Paula

****reencontro na festa de 70 anos de Movimento Estudantil dentro das comemorações de 70 anos da UFC

Dora de Paula

Maria Auxiliadora de Paula Gonçalves Holanda, doutora em educação-UFC, mestre em Educação-UnB, Arteterapeuta- Instituto Aquilae, escritora e compositora.