17 pensamentos estratégicos para os primeiros anos

  1. Vamos colocar na Educação alguém que se concentre em caçar comunistas, enfraquecer a universidade pública e desmontar a estrutura, rotina e processos no Ministério;
  2. Vamos colocar na Saúde alguém que faça o lobby dos planos de saúde e facilite o corte de recursos do SUS;
  3. Vamos colocar no Meio Ambiente alguém sem compromisso com a proteção da Amazônia e da Mata Atlântica e que abra caminhos para mineradores e garimpeiros;
  4. Vamos atrair investidores e negócios para o mercado de armas e munições, flexibilizando a legislação e abrindo mercados e fronteiras;
  5. Vamos abrir contatos, negociações e parcerias informais com o pessoal dos grandes e mais modernos cassinos americanos;
  6. Vamos botar na economia uma raposa velha, tem que ser alguém igual a nós, mas da confiança do mercado, pode fazer tudo menos nos trair, ao contrário, tem que ser nossa garantia (quanto pior o programa dele, mais garantidos estaremos);
  7. Vamos facilitar a venda de terras a investidores estrangeiros, desburocratizar o registro nos cartórios, regularizar posses, liberar garimpo e mineração, dar anistia a multas ambientais e frear a fiscalização;
  8. Nada de planos, vamos administrar dia a dia, e nós mesmos é que vamos fazer isso, dando a pauta e dando o tom;
  9. Vamos fazer da comunicacão um campo de batalha permanente, vai ser nós contra eles, vai ser o novo contra o velho, os inocentes contra os bandidos, verbo é munição, verba também;
  10. Pátria, família e moralidade, estas são as nossas bandeiras positivas;
  11. Comunismo, corrupção e devassidão são os carimbos para aplicar aos adversários;
  12. Nosso discurso é o da “mudança, queremos salvar o Brasil’ contra tudo e contra todos;
  13. Nosso lema é proteger a família e defender a pátria. Ninguém ficará contra. Nunca;
  14. Ninguém presta contas de nada, ninguém apresenta relatórios de nada, ninguém debate nada;
  15. Não se começa um único projeto novo, nem pequeno, nem grande, nada de obra, só mudança de regras pequenas, é proibido pensar grande, assumir compromisso e fazer plano;
  16. Nenhuma estrela pode brilhar no primeiro escalão, só tem que mostrar afinação com a pauta e o tom;
  17. Antes de começar a construir, destruir é a ordem nos primeiros anos.
Jana

Jana

Janete Nassi Freitas, nascida em 1966, fez curso superior de Comunicação, é expert em Administração, trabalhou como executiva de vendas e agora faz consultoria para pequenas e médias empresas, teve atuação em grêmios escolares quando jovem, é avessa a redes sociais embora use a internet, é sobrinha e neta de dois vereadores, mas jamais engajou-se ou sequer chegou a filiar-se a um partido, mas diz adorar um bom debate político. Declara-se uma pessoa “de centro”. Nunca exerceu qualquer função em jornalismo, não tem o diploma nem o registro profissional. Assina todos os textos e inserções na internet como “Jana”.

Mais do autor

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.