Vereadora Sandra Batista (PC do B) questiona ICMS da conta de luz igual para todos: isso é injustiça fiscal

Vereadora Sandra Batista (PC do B) discute, em Audiência Pública, problemas no fornecimento de energia em Belém.

A vereadora questionou os motivos que levam à fixação da tarifa no Estado e ressaltou que o Pará sedia a maior hidrelétrica do país. “Por que se penaliza tanto um Estado que é produtor de energia?  Transmitimos energia para outras regiões e não recebemos nada por isso”, indagou.

Ainda, Segundo Batista, não é a primeira vez que a qualidade do serviço e o valor da tarifa de energia são discutidos na Câmara. Apesar disso, o problema persistia.

Outro ponto defendido pela vereadora foi um ICMS mais justo. De acordo com ela, quem consome mais, pagariam mais tributos, e quem consome menos, pagaria  menos imposto.  “As concessionárias de energia estão à vontade com o sistema atual. Não há justiça fiscal no fornecimento de energia aos cidadãos no Pará”, afirma.

Alvares Leandro

Alvares Leandro

Graduando em jornalismo e filosofia, jornalista voluntário do Segunda Opinião.

Mais do autor

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *