Vereadora Juliana Cardoso (PT) quer prefeitura incentivando as mulheres a escolher local do parto

Projeto de autoria da vereadora estabelece diretrizes para o acompanhamento do parto domiciliar na rede municipal de saúde de São Paulo. O Projeto de Lei está em tramitação no Legislativo paulistano.

De acordo com o texto de justificativa do projeto de lei, estudos sobre a satisfação da mulher quanto à possibilidade de escolha do local do parto apontaram que no período pós-parto, mulheres que tiveram o parto no local onde pretendiam sentiam-se mais satisfeitas. Quando o ambiente escolhido era o domicilio, as mulheres relatavam maior satisfação com a experiência vivida. Aponta-se que mulheres que não dão à luz no local planejado têm uma experiência negativa.

Franzé de Sousa

Franzé de Sousa

Repórter Fotográfico/Videomaker, colaborador do Segunda Opinião.

Mais do autor

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *