Vereador Deodato Ramalho (PT) recomenda cuidado nas concessões dos terminais de ônibus

O sistema de transporte coletivo de Fortaleza vem passando por algumas transformações importantes para seu funcionamento. No início de 2015, o prefeito Roberto Cláudio propôs o Plano de Parceria Público Privada (PPP), que tem como objetivo transferir à iniciativa privada a administração dos terminais rodoviários de Fortaleza.

De acordo com o vereador Deodato Ramalho, “a ideia de uma PPP é válida, desde que traga benefícios para o erário, inclusive com redução dos custos e melhoria das condições dos terminais”. Deodato ainda destaca a necessidade de “observar qual será o impacto no valor da passagem”.

Além disso, o vereador levanta uma reflexão de como a prefeitura irá se relacionar com os pequenos comerciantes que trabalham no local. Para ele, é importante saber “quais as tratativas que a Prefeitura vai fazer para garantir o direito desses cidadãos e cidadãs que já trabalham nos terminais há muitos anos e dali tiram sua sobrevivência”,

Segundo o parlamentar, “o poder público não deve abrir mão do poder fiscalizador que terá que exercer em relação aos serviços prestados pela eventual empresa detentora da concessão” e, segundo o parlamentar, “que essa parceria possa trazer benefícios para os usuários (do ponto de vista financeiro), melhoria dos serviços e modernização estrutural dos terminais.

O projeto da Prefeitura de Fortaleza que trata da transferência dos terminais de ônibus para a iniciativa privada encontra-se em fase de discussão e deverá ser enviado à Câmara Municipal para avaliação.

 

Alvares Leandro

Alvares Leandro

Graduando em jornalismo e filosofia, jornalista voluntário do Segunda Opinião.

Mais do autor

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *