Senador da Rede denuncia decreto de Temer como o maior atentado contra a Amazônia desde os anos 1970

Em pronunciamento, o senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP) informou que vai apresentar proposta de decreto legislativo para revogar o decreto do presidente Michel Temer que extingue a Reserva Nacional de Cobre, de 2,3 milhões de hectares, localizada nos estados do Amapá e do Pará. Randolfe também vai ajuizar uma ação popular, com o objetivo de impedir que o decreto, classificado por ele de arbitrário, prospere.

Segundo o senador, o método de Temer foi o mesmo dos governos militares: tomar decisões sem consultar a população nativa que vive na região afetada.

O decreto, segundo o senador, atinge cinco unidades de conservação: a Floresta Nacional do Amapá; a Floresta Estadual do Amapá; a reserva extrativista do Cajari; a reserva de desenvolvimento sustentável do rio Iratapuru; e a terra indígena Uaiampi.

— O governo emite um decreto que é o maior atentado contra a floresta amazônica, como eu diria, repito, desde os anos setenta — afirmou.

Agência Senado

segundaopinião

segundaopinião

SEGUNDA OPINIÃO é um espaço aberto à análise política criado em 2012. Nossa matéria prima é a opinião política. Nosso objetivo é contribuir para uma sociedade mais livre e mais mais justa. Nosso público alvo é o cidadão que busca manter uma consciência crítica. Nossos colaboradores são intelectuais, executivos e profissionais liberais formadores de opinião. O SEGUNDA OPINIÃO é apoiado pelo MOVIMENTO COESÃO SOCIAL.

Mais do autor

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *