Os riscos da especulação com dólar

“,,,A lógica e a dinâmica do mercado de câmbio não guarda nenhuma semelhança com a idealização liberal do livre jogo das forças de oferta e demanda determinando o nível de preço das mercadorias. Muito pelo contrário. Esse é um cenário em que intervêm os peso pesados dos interesses financeiros, com atuação explicitamente manipuladora. Nada a ver com o mercado da batatinha no final da feira. Os bancos, fundos financeiros e demais empresas do financismo praticam um jogo de aposta e pressão ameaçadora, forçando limites e as simbólicas barreiras de números míticos a serem ultrapassados. Assim, os analistas se deliciam com frases do tipo “agora o dólar supera a casa dos R$ 4 reais”, como se isso tivesse algum significado econômico relevante. Mera especulação. E os grandes saem ganhando sempre: nas tendências de alta e de baixa, nas compras e nas vendas….”

 

Trecho de artigo do  economista Paulo Kilass, originalmente publicado no Portal Vermelho e reproduzido no Jornal GGN:

segundaopinião

segundaopinião

SEGUNDA OPINIÃO é um espaço aberto à análise política criado em 2012. Nossa matéria prima é a opinião política. Nosso objetivo é contribuir para uma sociedade mais livre e mais mais justa. Nosso público alvo é o cidadão que busca manter uma consciência crítica. Nossos colaboradores são intelectuais, executivos e profissionais liberais formadores de opinião. O SEGUNDA OPINIÃO é apoiado pelo MOVIMENTO COESÃO SOCIAL.

Mais do autor

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *