O PMDB engana o povo pobre e sofrido, afirma o vereador Leonel Brizola (PDT)

O vereador Leonel Brizola (PDT) critica a ideologia de partidos, como o PMDB

“Quando se fala em partido, ou pessoas, tem que falar em partido político, sim. Você se filia a um partido político porque você acredita no estatuto do partido político. Você se filia ao partido político porque você tem uma identificação com o que aquele partido defende. O PMDB defende a propriedade privada, defende o financiamento privado, defende a privatização, o estado mínimo. Então, são políticas antagônicas ao campo progressista. E me preocupa quando alguém vem fazer esse discurso e dizer que eu me preocupo com as pessoas, não com os partidos. Ora, isso é extremamente perigoso. Porque além de você desconhecer quem é aquela pessoa, você desconhece, no fundo, o que ela representa e quem ela representa. Tem que ser, sim, com identificação partidária. Quem é PMDB deve ter orgulho de dizer ‘eu sou PMDB, eu defendo a propriedade privada, eu defendo o Estado mínimo, eu defendo as privatizações’. Tem que ter coragem de fazer esse diálogo franco com a população. Senão, vamos estar enganando o povo, vamos estar enganando na questão do voto”.

“Daqui a pouco um liberal vai defender: ‘olha, eu defendo educação’, como temos visto no governo Eduardo Paes. Como assim, defende educação? Não aplica o mínimo constitucional, aplica 18% na educação, privatizou a Educação, trouxe o professor generalista da ditadura militar. Então, é sem sentido essa comparação”.

“É uma questão, sim, de partido político, o que defende e a quem defende. Temos que ter a clareza e nos despir dessas vaidades, de achar que é a pessoa que vai fazer. Não é nada. Aqui, representamos um partido político, um pensamento e um ideal. Essa é a diferença do trabalhismo. O trabalhista usa o microfone não para ocultar o que pensa, mas sim para falar o que pensa aquilo que vem do seu coração. Não há comparação do PMDB com o governo de Darcy Ribeiro e Leonel Brizola. Aquele, sim, era o governo a favor do povo e da nação. Este que está aí é a favor dos empreiteiros, é a favor dos empresários, da elite – que nem mais mora aqui, mora em Miami. Este é o que defende o PMDB. Utiliza o povo pobre e sofrido para enganar, usando sua máquina administrativa. Olha o Governo do “toma lá da cá” do PMDB. A lógica invertida, os partidos progressistas estão empurrando o caminhão dos conservadores, que estão massacrando a população pobre”.

Priscilla Ramos

Priscilla Ramos

Acadêmica em Comunicação Social - Jornalismo. Estagiária voluntária do Segunda Opinião. Educomunicadora e Produtora Cultural.

Mais do autor

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *