Em 42 dias apenas Senado facilita processo de adoção de crianças

O Senado levou apenas 42 dias para aprovar, em 25 de outubro, um projeto de lei que busca amenizar a angustiante espera de crianças e candidatos a pais adotivos. A nova lei foi sancionada 28 dias depois pelo presidente Michel Temer, com alguns vetos. Enquanto a ação legislativa e a sanção se desenrolavam, quase nove mil crianças e jovens aguardavam na fila para serem acolhidos por uma família. Em contrapartida, cerca de 43 mil possíveis pais conferiam suas posições na fila para recebimento de crianças.

segundaopinião

segundaopinião

SEGUNDA OPINIÃO é um espaço aberto à análise política criado em 2012. Nossa matéria prima é a opinião política. Nosso objetivo é contribuir para uma sociedade mais livre e mais mais justa. Nosso público alvo é o cidadão que busca manter uma consciência crítica. Nossos colaboradores são intelectuais, executivos e profissionais liberais formadores de opinião. O SEGUNDA OPINIÃO é apoiado pelo MOVIMENTO COESÃO SOCIAL.

Mais do autor

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *