toninho-vespoli

É um equívoco a sociedade respeitar um único modelo de família, declara Toninho Vespoli (PSOL)

O vereador Toninho Vespoli (PSOL) defende questão de gênero debatida no PME, Plano Municipal de Educação.

“Sei que estamos em uma Casa que representa nossa sociedade. Também sei que em nossa sociedade existem vários valores estabelecidos e não estou questionando os valores de todas as famílias. Cada uma tem a sua concepção, os seus valores, e todas têm de ser respeitadas. Porém, o que defendemos no PME foi o respeito não a uma única família, mas a todos os tipos de família. Infelizmente, alguns só conseguem respeitar um único modelo de família, o que é um grande equívoco de nossa sociedade”.

“Defendemos, no Plano Municipal de Educação, uma política antirracista, anti-homofóbica e antissexista. E por que defendemos isso? Porque, no dia a dia de nossas escolas e de nossa sociedade, vemos uma porção de problemas. Abrimos os jornais e vemos casos de estupro dentro das escolas. Abrimos os jornais e vemos que, no Espírito Santo, jovens de 14 anos são mortos a pedradas e a pauladas. É disso que estamos falando: de uma sociedade extremamente violenta com os homossexuais e com as mulheres. É esse debate que queremos fazer e lamento muito não podermos fazer essa discussão nas escolas, porque esses problemas também fazem parte do cotidiano das unidades escolares”.

Priscilla Ramos

Priscilla Ramos

Acadêmica em Comunicação Social - Jornalismo. Estagiária voluntária do Segunda Opinião. Educomunicadora e Produtora Cultural.

Mais do autor

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *