ronaldo-santini

Debate em Assembleia Pública levanta hipótese de fechar as UPAs por falta de recursos 

Na última segunda-feira (14), foi realizado no Auditório Dante Barone da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Sul a Assembleia Pública em Defesa da Saúde.  A Frente Parlamentar de Apoio às Santas Casas e Hospitais Filantrópicos foi representada pelo deputado Ronaldo Santini (PTB), que ressaltou o fato da crise financeira na Saúde Pública está se propagando pelos  municípios .

“É na porta dos hospitais e nas secretarias municipais de Saúde que a população está batendo em busca de atendimento. Os trabalhadores, além de não estarem recebendo em dia, acabam sendo vítimas da revolta das pessoas não atendidas. Apesar dos esforços do próprio governo do Estado e da nossa Federação das Santas Casas em busca de solução para a crise, não há uma perspectiva de melhorar, e o custeio da saúde está ficando inviável”

O foco central do debate foi a crise do cofinanciamento da saúde pública no Estado, que ameaça os municípios, a rede de hospitais e os servidores. Na ocasião se discutiram também propostas de medidas para auxiliar as instituições de saúde a superarem a crise financeira.

Ronaldo Santini acrescentou que caso a situação financeira persista, não será possível manter as Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) . “Os prefeitos, por sua vez, serão obrigados a demitir funcionários da saúde e quem vai pagar a conta são os pacientes”. O vice-presidente do Legislativo estadual defendeu que seja feita a correção da Tabela do Sistema Único de Saúde (SUS).

No debate, que contou com a presença dos deputados estaduais, prefeitos, vice-prefeitos, secretários municipais de saúde, vereadores, e outras autoridades, também esteve presente o secretário estadual da Saúde, João Gabbardo, que representou o governo do Estado, relatando as medidas que estão sendo tomadas e projetadas com objetivo de amenizar e dar soluções para os problemas causados pela crise financeira no setor.

 

Adriano do Valle

Adriano do Valle

Graduando em Comunicação Social com habilitação em jornalismo; repórter voluntário do Segunda Opinião.

Mais do autor - Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *