Contagem regressiva, por Weluilson Silva

Dez… nove… oito… sete… seis… cinco… quatro… três… dois… um. Mais uma contagem regressiva; e em meio aos números, a recordação de um ano que acabou – suas frustrações e conquistas, e a expectativa de um novo ano que se inicia.

Enquanto se assiste aos fogos de artifícios saltarem pelo céu, o abraço dos amigos e familiares, com mais um ano que se foi e a sensação de vitória. A Champanhe estourada, para celebrar novos 365 dias que estão por vir, jorrando alguns mililitros de espuma, e enchendo as taças. O brilho de esperança nos olhos das pessoas, o sorriso aliviado de um ano cansativo deixa a festa ficar mais emocionante, e transborda alegria em todos.

Uma sensação de novidade surge, parece mesmo que há uma quebra de tempo, sentimentos e uma renovação no mundo. Aquele ano que passou já parece velho, e não mais pertencemos a ele. Sentimos também uma mudança em nós mesmos.

Em nossas cabeças criamos a trajetória do novo ano, e realizamos todos os feitos antes mesmo de acontecer, ainda em nossa mente. Planejamos novos objetivos para mudar o que não foi bom no ano que passou.

Fazemos milhares de previsões, que no fundo sabemos que nem vamos cumprir, embora desejemos imensamente realizá-las. Os gordinhos prometem suas dietas e iniciação de treinos na academia. Os estudantes prometem se dedicar mais aos estudos e sempre tirarem boas notas. O trabalhador promete buscar um aumento em sua renda e dessa vez guardar para que a crise não o atinja. Tudo acontecendo ao mesmo tempo, durante a contagem regressiva.

Neste momento não se pensa mais no longo caminho que temos pela frente, queremos apenas aproveitar os segundos que lentamente vão sendo contados. Do dez ao um, muitos pensamentos e desejos surgem. Parecem mais que dez segundos, e a velha contagem regressiva vai criando novos sonhos.

O réveillon é um dia mágico, e fantasiamos todas as expectativas do novo ano. Sem perder a positividade e o poder que a contagem traz, esperamos que ao final desses números algo de bom aconteça e o mundo possa se transformar, como num passe de mágica.

A sorte, a fé e os sonhos; todos em um único lugar, invadindo a mente e o coração das pessoas que levam bem a sério a virada de um ano para o outro. Afinal de contas, começa agora um novo ciclo, de acordo com os astrólogos. Pessoas passam a acreditar nas estrelas, nas palavras de felicitações,  nas cores que lhes trazem sorte.

Durante os abraços, as cores vão se misturando. Quem veste vermelho quer mais amor, amarelo mais dinheiro, branco mais paz e saúde, e todos acreditando na magia da transformação. Pelo menos por um dia sonhamos e criamos uma ótima expectativa do novo ano.

Acabada a contagem regressiva; mais um ano iniciou, e o cansativo 2016 acabou levando um imenso suspiro de alívio dos brasileiros. Agora só podemos desejar que nosso número da Mega Sena tenha sido sorteado. Um próspero ano novo para vocês!

Weluilson Silva

Weluilson Silva

Publicitário, graduado em Comunicação Social (Publicidade e Propaganda) pela Fanor/Devry, Escritor amador/ Romancista (em processo de publicação). Mestrado Incompleto de Gestão de Marketing pelo Instituto Português de Administração em Marketing (IPAM).

Mais do autor

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *