renato-roseno

Colapso da água: o que três empresas consomem abasteceria 20 cidades

 Renato Roseno, deputado (Psol), chamou a atenção  para o possível colapso do abastecimento de água no Estado. De acordo com Roseno, os principais reservatórios armazenam apenas 7% de suas capacidades, o que pode levar o Estado a uma situação crítica.

Para enfrentar o problema, pede que o governador Camilo Santana suspenda imediatamente o fornecimento de água a duas termelétricas e à siderúrgica do Pecém, que, de acordo com o deputado, consomem aproximadamente 1.500 litros de água por segundo, “o equivalente a 20 cidades de pequeno e médio porte do Estado”.

O parlamentar disse ainda que a prioridade do consumo deve ser a população humana, e que ela pode ficar sem água, se medidas drásticas não forem adotadas. “A água não é mercadoria. É um direito. Não ficaremos silentes diante deste descalabro que é garantir água para três indústrias, enquanto a população passa sede”, alertou.

Heliana Querino

Heliana Querino

Heliana Querino - jornalista, pesquisadora, Pós- graduanda em Escrita Literária educomunicadora e colunista do Segunda Opinião.

Mais do autor - Twitter - Facebook - LinkedIn

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *