Campanha eleitoral centrada no debate de propostas, não em ataques, propõe senador do PMDB

Ao comentar a sessão temática que debateu nesta quarta-feira (9) no plenário do Senado o aumento de casos de violência e intolerância no processo político do país, o senador Dário Berger (PMDB-SC) defendeu que candidatos firmem um pacto para um processo eleitoral centrado em propostas e não em ataques.

Segundo ele, alguns candidatos preferem usar a tática de promover um o ataque generalizado contra seus concorrentes em vez de apresentar propostas para melhorar a vida da população.

— Sugeri ao final da sessão temática que nós fizéssemos um manifesto do nosso encontro, para remeter aos nossos candidatos à presidência da República. Precisamos estabelecer um diálogo, temos que estar acima das diferenças políticas — defendeu.

O senador também citou o ataque a tiros à caravana do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva durante viagem pelo Paraná e o assassinato da vereadora carioca Marielle Franco como exemplos do nível de radicalismo e intolerância política em que se encontra o país.

Agência Senado

segundaopinião

segundaopinião

SEGUNDA OPINIÃO é um espaço aberto à análise política criado em 2012. Nossa matéria prima é a opinião política. Nosso objetivo é contribuir para uma sociedade mais livre e mais mais justa. Nosso público alvo é o cidadão que busca manter uma consciência crítica. Nossos colaboradores são intelectuais, executivos e profissionais liberais formadores de opinião. O SEGUNDA OPINIÃO é apoiado pelo MOVIMENTO COESÃO SOCIAL.

Mais do autor

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *